Esta História Não é Para Adultos

Esta História Não É Para Adultos

2ª Edição, 2015

Formato E-book.

Língua Portuguesa.

Público Alvo: crianças dos 0 aos 10 anos.

Esta Historia no es Para Adultos

 

“São 7h e 45m!

– Bom dia príncipe! – disse a minha mãe, enquanto me tentava acordar. A minha mãe todos os dias me acorda com a mesma frase, desde há nove anos! Quer dizer, eu penso que é desde há nove porque eu tenho nove (quase dez) e sempre me lembro de acordar assim. Às vezes, quando não acordo bem-disposto, digo à minha mãe:

– Não me trates como um bebé! Sabes bem que não sou nenhum príncipe… Em Portugal não há príncipes. E sabem o que é que ela responde (devem saber porque as mães são mais ou menos todas iguais)?

– Vais ser sempre o meu bebé e o meu príncipe mesmo quando tiveres quarenta anos! Eu não entendo muito bem o que ela quer dizer com isto mas não faz mal. Ela gosta de dizer. E eu aceito porque daqui até eu ter quarenta anos falta muito tempo mas mesmo muito tempo!

Bem, hoje está especialmente difícil acordar. Não me apetece nada mas sei que se não me levantar daqui a 3 minutos tenho a minha mãe novamente:

– Toca a levantar, estamos a ficar atrasados!

A verdade é que todos os dias estamos a ficar atrasados por isso eu já não ligo. Mas levanto-me ao segundo aviso. Porque a frase que a minha mãe usa, passado 5 minutos, já é mais séria… nem queiras saber! Sabes quando as mães falam naquele tom mais alto do que os nossos ouvidos gostam? É isso!

Levanto-me. Lavo a cara. Visto-me e logo de seguida:

– Pequeno-almoço! – insiste a mãe.

E pronto, é assim que começa o meu dia, todos os dias, de segunda a sexta. Sim, de segunda a sexta, porque ao fim de semana, a história é outra.

Esta conversa toda só para te explicar como é que acordo todos os dias.

Ora continuando, depois desta fase em casa (não te disse mas lavo os dentes depois do pequeno almoço) vou para a escola (nunca te esqueças que é só de segunda a sexta). Não preciso estar sempre a repetir – de segunda a sexta – porque quando eu te falar do fim-de-semana vais perceber logo.

Os adultos é que têm uma mania um pouco chata de explicar tudo tudo tudo, como se não percebêssemos logo à primeira ou à segunda. Já reparaste? Pelo menos comigo é assim… às vezes, entendo logo e continuam a explicar. Outras vezes eu bem tento entender e são eles que não querem explicar:

– Ainda não tens idade para certas conversas.

Eu não quero fazer isso contigo. Estar para aqui a explicar dez vezes coisas que tu entendeste logo à primeira.

 

A escola. O meu principal problema com a escola é o trabalho. Na escola trabalha-se muito! Porque se a escola fosse só brincadeira estava tudo bem. Mas o que eu acho injusto é trabalhar e não receber nada… isso é que eu não concordo. Porque os adultos também trabalham muito mas recebem dinheiro por isso! Não sei se recebem 100 euros ou mais mas recebem. Agora eu (!) farto-me de trabalhar e não recebo nada.”

 

 

 

Esta História Não é Para Adultos (Portuguese Edition) (Kindle Edition)


List Price: Price Not Listed
Kindle Edition: Check Amazon for Pricing Digital Only

 

 

 

 

Patrícia Ervilha on EmailPatrícia Ervilha on FacebookPatrícia Ervilha on LinkedinPatrícia Ervilha on Twitter
Patrícia Ervilha
Patricia Ervilha, born in Portugal in 1974. Sociologist, mother of a boy, writer, specially concerned with people and human well being.
0 Comments

Leave a reply

CONTACT US

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Privacy Policy   |  ©2017 Promocave   |  All Rights Reserved

Shares
or

Log in with your credentials

or    

Forgot your details?

or

Create Account